Dicas de Obra, Ferramentas

Compressor de Ar: Quais as diferenças entre os modelos?

Diferenças entre os compressores de ar

Industrial ou para hobby, pistão ou parafuso, 50 litros ou 100 litros… Essas são algumas palavras que você vai encontrar antes de escolher o seu compressor de ar. Versátil, este equipamento pode ser utilizado na garagem de casa, no consultório odontológico, no galpão da indústria ou até na sua cozinha. 

Variando em capacidade, potência, pressão de saída e outras características, pode parecer difícil terminar a busca pelo compressor perfeito. Para facilitar essa missão, nós preparamos um artigo que vai te deixar preparado para escolher o equipamento certo para sua empreitada. 

Mas, antes de qualquer coisa, tenha em mente que quanto mais ciente da real necessidade do seu trabalho, mais fácil fica escolher o compressor.

Vamos lá? 

O que é um Compressor de Ar

Antes de te mostrar as diferenças e singularidades de cada um, precisamos estabelecer o que é um compressor de ar e quais suas principais funcionalidades. 

O compressor de ar nada mais é que um equipamento que captura o ar que está no meio ambiente e o armazena sob alta pressão. Esse ar captado fica num reservatório próprio dentro do equipamento, que é responsável por proporcionar a elevação da pressão. 

Através do seu dispositivo de bombeamento, o compressor produz uma rarefação no acesso de ar, entregando-o comprimido para a saída de acumulação. Ou seja: capta ar do ambiente e transforma em ar comprimido. 

Com o uso de acessórios específicos, como a mangueira de alimentação, é possível conectar ferramentas aos compressores, otimizando o tempo de algumas tarefas, como pintura de parede, por exemplo. 

Além disso, os compressores são utilizados para alimentar ferramentas pneumáticas, calibrar os pneus dos automóveis e para a limpeza. É um equipamento muito resistente e que tem ótima duração, apesar de sua manutenção ser delicada. 

Tipos

Agora que sabemos o que é um compressor, vamos conhecer seus principais tipos. 

Compressor de ar de parafuso

Esse modelo de compressor conta com dois parafusos, chamados de “macho” e “fêmea”, que giram em sentidos opostos, enquanto o volume entre eles e o corpo e a pressão encontrada ali diminui. Essa diminuição no volume e na pressão comprime o ar. 

Sendo o modelo mais popular atualmente, o compressor de ar de parafuso é muito utilizado na  indústria de alimentos e bebidas, fábricas do setor automobilístico, petroquímico, militar e até mesmo aeroespacial.

Esse tipo é conhecido por unir resistência e baixo índice de manutenção. Por isso, os consumidores atrelam a ele confiança e economia. Além disso, ele possui eficiência energética e capacidade de operação contínua com carga máxima. 

Dessa forma, o compressor de parafuso é o modelo de equipamento mais indicado para indústrias e serviços mais intensos que requerem resistência.

Compressor de pistão

Movido por pistões, esse modelo é um dos mais antigos e comuns que existem. Está disponível em variantes de ação simples ou ação dupla, lubrificados a óleo ou isentos de óleo, com várias quantidades de cilindros e em diferentes configurações.

Seu funcionamento pode ser descrito a partir do deslocamento do pistão dentro de um cilindro, por meio de uma biela e uma cambota. Quando somente um lado do pistão é utilizado para compressão, significa que este compressor é de ação simples. 

Mas, caso os dois lados sejam utilizados, a máquina será um equipamento de ação dupla. 

Importante destacar que somente esse modelo comprime gases a alta pressão. Para isso, são necessárias pequenas alterações, já que ele comprime ar naturalmente. Alta pressão significa que o ar passará por diversas fases. Em cada uma delas, ele será gradativamente mais comprimido até passar na pressão exigida.

Os compressores lubrificados a óleo normalmente funcionam com lubrificação por respingo ou lubrificação por pressão. Os compressores de pistão isentos de óleo possuem anéis de pistão feitos de PTFE ou carbono. Como alternativa, as paredes do pistão e do cilindro podem ser perfiladas (dentadas) como nos compressores de labirinto.

Quanto à aplicação 

Agora que estabelecemos os principais modelos em relação ao funcionamento, vamos dividi-los em relação à aplicação. 

Compressor de ar para serviços ordinários

Visando um baixo custo inicial, esses equipamentos são fabricados em séries. São comumente utilizados em serviços de jateamento, limpeza, pintura, acionamento de pequenas máquinas pneumáticas, enchimento de pneus, etc.

Também conhecido como “compressor hobby”, é quase um aparelho doméstico, muito indicado para atividades que não precisam de tanta intensidade. Geralmente seu funcionamento é através do chamado diafragma, que libera o ar direto sem necessidade de um reservatório. 

Como exemplo desse tipo, podemos citar o modelo abaixo, disponível para locação em nossas lojas. 

Compressor de ar direto Schulz

Leve, compacto e já pronto para o uso, esse motocompressor acompanha o kit mais completo da categoria. Com mangueira, pistolas e conectores para pintura, pulverização e limpeza, além de bicos para inflar bolas e pneus. 

Isento de óleo, é um produto que leva praticidade para uso doméstico e emergências. É ideal para serviços domésticos ou de lazer que merecem qualidade, como pinturas em grades, esquadrias, móveis, artesanatos entre outros. 

Pode-se usar diversos tipos de tintas como acrílica, verniz, esmalte sintético, poliuretano, tintas a base de água e tintas a base de óleo.

Compressor de Ar Industrial 

Como o próprio nome sugere, o compressor industrial é utilizado em trabalhos de maior escala, como em linhas de produção em unidades industriais. Considerados equipamentos de grande porte, esses compressores têm um alto custo aquisitivo e operacional. 

Esses aparelhos têm pressão média de 175Hp, que equivale a uma pressão de cerca de 80 quilos. Além disso, ele trabalha por mais de 8 (oito) horas contínuas.  

Realiza trabalhos básicos, como pintura de objetos, mas também pode ser utilizado em atividades diversas em hospitais e indústria farmacêutica, por exemplo. Isso devido à sua capacidade de volume no reservatório e ao seu poder de pressão.

Entretanto, as condições de operações desses equipamentos costumam ter pouca variação entre um sistema e outro. Por isso, alguns fabricantes podem oferecer máquinas com padrões básicos, o que não influenciará na capacidade, mas sim no valor. 

Como exemplos de compressor industrial, podemos citar os modelos abaixo, que encontram-se disponíveis para locação nas nossas lojas. 

Compressor de ar 50 litros

Prático e versátil, o compressor Pratic Air CSI 8,5/25 tem vazão de 8,5 pcm e pressão de 120 lbf/pol². Sendo o produto ideal para uma série de aplicações, tais como serviços de pintura em geral, calibragem de pneus e inflagem de objetos. 

Além disso, o Pratic Air CSI 8,5/25 é leve e ergonômico, pois possui cabo de manobra e rodas que facilitam seu transporte e manuseio durante a aplicação.

compressor-de-ar-50-litros-brasmetal-equipamentos

Compressor de ar 100 litros

Ideal para mecânica geral, borracharias para enchimento e calibragem de pneus até 100 psi, serviços de pintura com pistolas de média produção (até 6 pcm). Acionamento de ferramentas pneumáticas com consumo de ar conforme o limite no manual do compressor e pressão de operação até 100 lbf/pol². 

Todas as aplicações onde se exija compressores de um estágio com pressão superior: mínima de 90 psi e máxima de 125 psi.

compressor-de-ar-100-litros-brasmetal-equipamentos

Compressor de ar 200 litros

Mecânica geral, borracharias para enchimento e calibragem de pneus até 100 psig, serviços de pintura com pistolas de média produção (até 6 pcm). Acionamento de ferramentas pneumáticas com consumo de ar conforme o limite no manual do compressor e pressão de operação até 100 lbf/pol². 

Todas as aplicações onde se exija compressores de um estágio com pressão superior: mínima de 100 psi e máxima de 140 psi.

compressor-de-ar-200-litros-brasmetal-equipamentos

Aluguel de Compressor

Sabemos que a crise econômica afetou diversos mercados, mas em especial o setor industrial. Dessa forma, este setor tem buscado maneiras de reduzir alguns custos, mas sem precisar abrir mão da qualidade operacional. 

Assim, uma das soluções apontadas pelos gestores da área é justamente abrir mão da compra de equipamento, priorizando o aluguel. Dessa maneira, paga-se apenas pelo período durante o qual a máquina é realmente utilizada. 

Além disso, reduz-se o custo com manutenção, uma vez que a empresa locadora providencia o reparo caso o equipamento apresente algum defeito. Também substitui por um item que não está funcionando, sem custo adicional. 

Mas, para que o aluguel de compressor de ar realmente compense, é fundamental que a empresa de aluguel seja de confiança. A Brasmetal tem forte reputação no mercado de locação de ferramentas e está a disposição para atendê-lo. 

Dicas antes da locação

Antes de decidir qual compressor de ar locar, tenha em mente todos os pontos abaixo. Assim, o vendedor conseguirá te indicar o compressor de ar mais adequado para as necessidades da sua empreitada. 

  • Ar efetivo consumido por equipamento PCM (Pés).

O PCM é uma medida do fluxo volumétrico, quando você tiver o PCM (Pés) de todas as ferramentas  que serão utilizadas, some seus PCMs (Pés), em seguida, adicione 30% ao valor como uma medida de segurança.  

  • Equipamentos pneumáticos que serão utilizados;
  • Quantidade de equipamentos;
  • Taxa de utilização;
  • Pressão de trabalho (Dado técnico de catálogo);

Viu? O aluguel de compressor de ar é a solução perfeita para você! Não se esqueça de passar na Brasmetal e tenha acesso aos melhores preços e equipamentos do mercado! 

Gostou do nosso artigo? Acesse também nosso blog e veja mais conteúdo como esse! 

Visite nosso site e alugue já sua lixadeira elétrica, clique aqui. Contamos com atendimento virtual personalizado! Conheça também nossas redes sociais 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *