Dicas de Obra

Compactação de solo: conheça nossas dicas

Principais dicas para compactação de solo

A compactação de solo é um das etapas mais importantes em qualquer construção civil. Por meio desse sistema é possível deixar o solo o mais alinhado. Além disso, deixa o solo com reforço necessário para que a estrutura que posteriormente construída consiga ficar de forma mais segura.

Contudo, muitas pessoas têm dificuldades sobre como que a compactação de solo é feita. Por isso, preparamos algumas dicas para você desenvolver essa etapa com facilidade. Além disso, você vai aprender de uma vez por todas, o fator de compactação de solo onde muitos possuem diversas dúvidas. Vem com a gente!

O que é compactação do solo?

A compactação do solo é o processo artificial, pelo qual as partículas do solo são forçadas a entrar em contato umas com as outras, reduzindo o índice vazio (ar). Normalmente, são utilizados meios manuais ou mecânicos, como compactadores vibratórios manuais ou compactadores vibratórios de rolos.

O objetivo da compactação na construção é melhorar as propriedades físicas e mecânicas do solo da fundação. Assim, as estruturas a serem construídas podem transferir a carga uniformemente para o solo.

Por que você deve compactar o solo?

O fator de compactação de solo serve para aumentar a capacidade de suportar cargas. Assim, com todas as partículas do solo apertadas, o piso pode suportar cargas mais altas porque as próprias partículas suportam melhor essa estrutura.

Além disso, ele impede a subsidência do solo. Ou seja, se a estrutura for construída no solo sem firmação ou com firmação desigual, o solo entrará em colapso, causando a deformação da estrutura, ocasionando rachaduras ou a perda total.

Um solo compactado também reduz a penetração de água. Os fluxos de água e a drenagem podem então ser regulados. Isso também ajuda a reduzir a penugem e o encolhimento do solo. Uma vez que, se houver pontos vazios, a água poderá penetrar no solo e preenchê-los. Diante disso, o resultado seria o “fluffing” do solo durante a estação chuvosa e a contração do solo durante a estação da seca.

Normas brasileiras sobre o assunto

Antes de iniciar qualquer projeto de compactação de solo, é importante ressaltar que é necessário estar atento às normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). São regras que procuram estabelecer diligências para atingir o resultado esperado da compactação com as devidas precauções e cuidados. 

Abaixo listamos algumas normas importantes para o desenvolver o projeto, são elas:

  • NBR 6457: Através dessa norma, serão estabelecidos quais tipos de aparelhos serão usados no ensaio da compactação e caracterização do solo. 
  • NBR 7182: Essa é responsável por lidar sobre quais métodos vão ser utilizados para identificar o teor de umidade e massa que esteja visível no solo compactado.
  • NBR 9895: Por fim, essa irá indicar como será feito a fixação do molde relacionados aos corpos-de-prova, qual será a massa aparente seca e outras informações relevantes.

Ferramentas para compactação de solo

Existem alguns equipamentos essenciais que podem ser utilizados para os trabalhos de compactação de solo, os mais comuns são:

  • Compactador: Esta ferramenta poderosa e fácil de usar é necessária para compactar areia e cascalho ou pedra grossa em áreas de difícil acesso.
  • Placa vibratória: Esta ferramenta possui uma alça dobrável, garantindo fácil transporte e é ideal para compactar areia, cascalho ou pedra. É muito usada para preparar o solo (compactação do solo).
  • Mini rolo vibratório: Esta máquina é ideal para compactar pedras e asfalto espessos em pequenos locais de trabalho, onde rolos grandes não têm acesso. Funciona com um motor a gasolina a quatro tempos. A largura do rolo é geralmente de 560 mm.
  • Rolo vibratório a diesel: Esta máquina é usada para trabalhos maiores, onde é necessário compactar pedras e asfalto espessos. É ideal para a construção de estradas, rodovias e calçadas. Ele tem um motor diesel de arranque. A largura do rolo é de 750 mm.

Compactação de solo

A compactação de solo deve ser feita em camadas, com espessura máxima de 15 cm. O ideal é usar algum equipamento que te ajude a adiantar o serviço com qualidade. A última camada a ser compactada deve ser nivelada na altura necessária para receber o piso. 

É importante fazer uma boa compactação, pois isso evitará futuros assentamentos dos pisos da casa. Uma vez realizados os trabalhos de enchimento, nivelamento e compactação.

Ao compactar o solo, tome cuidado para não mover os pontos de nível, caso contrário, os níveis serão modificados. Entretanto, durante a manipulação, tenha com cuidado, pois você pode machucar os dedos dos pés em casos de má administração das ferramentas. 

Por isso, é importante também sempre usar botas e outros equipamentos de proteção individual para sua segurança. 

Com boa compactação, você evitará futuras rachaduras ou desmoronamentos nos pisos da casa. Além disso, esteja atento às situações em que é necessário compactar solo arenoso. Ele é caracterizado pela baixa quantidade de nutrientes, que não é muito comum em outros tipos de solo. Por isso, nesses casos o ideal é utilizar um pouco de água e vibração mecânica e seguir os mesmos procedimentos de compactação de solo convencional. 

Conclusão

Em todos os tipos de construção é necessário realizar a compactação do solo. Assim, qualquer bolha de ar será removida e o acabamento que será deixado será compacto. Portanto, esse é um passo importante para obter um resultado confiável e sólido para suas obras.

Gostou do nosso artigo? Acesse também nosso blog e veja mais conteúdo como esse!

Visite nosso site e alugue já seus equipamentos, clicando aqui.  Também contamos com atendimento virtual personalizado! Conheça também nossas redes sociais 🙂

Related Posts